SEJA UM SEGUIDOR MEU

VENHAM PARTICIPAR DO MEU CANTINHO, E SEJA UM SEGUIDOR MEU, AQUI VOCÊ VAI ENCONTRAR UM POUQUINHO DE CADA TEMA.

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE PARA MIM.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Maternidade Gloriosa



Não há dúvida,
nenhuma das mães da terra depois de Maria
foi mais venturosa que Sant´Ana.
Pelo fruto se conhece a árvore,
diz Nosso Senhor no Evangelho.
S. João Damasceno aplica este sagrado texto
a Sant´Ana e conclui não ter havido pois árvore
mais santa e gloriosa depois daquela que produziu
o fruto Divino do Verbo Encarnado - Maria.
E depois desta Árvore da vida,
que outra produziu mais rico fruto que Sant´Ana?
Se o fruto é a glória da árvore,
não se pode afirmar também que a árvore
é a glória do fruto que produz?
Eis aí as razões profundas da glória da maternidade
de Sant´Ana.
Aquela mulher do Evangelho,
ao ver os prodígios do Divino Salvador,
não pôde conter o entusiasmo pela Mãe de Jesus:
Bem-aventurado, exclama ela,
o ventre que te trouxe e os peitos que te
amamentaram.
O mesmo louvor damos a Mãe de Nossa Senhora.
Toda a cristandade,
quando honra Sant´Ana,
glorifica a sua maternidade santíssima.
Dizia célebre orador sagrado num
panegírico da gloriosa Santa:
- "Meus irmãos,
Ana teve Maria por filha Imaculada
desde o instante daquela Conceição,
única entre a de todas as criaturas.
Depois disto, silêncio!
Porque tudo o que dissemos parecerá
supérfluo e temerário".
O seio puro de Sant´Ana foi o primeiro e glorioso
Templo que se erigiu na terra à
Imaculada Conceição.
De Maria canta a Igreja:
"Aquele a quem adoram os astros, cantam os Céus,
a Trindade que rege a máquina do mundo,
esteve no claustro Virginal ao Ventre
puríssimo da Virgem".
Pois também Aquela a quem os Anjos e Santos
veneram no mais alto da glória,
a Rainha dos Céus e da terra,
a Soberana a quem Deus constituiu em todo
poder sobre os Anjos,
os homens e todas as criaturas, enfim Maria,
cuja grandeza e poder não há linguagem
humana que os possam traduzir,
foi concebida sem pecado e veio ao mundo
por Sant´Ana.
É o fruto bendito do ventre de Sant´Ana.
Eis a mais gloriosa maternidade humana
que já houve na terra!

domingo, 27 de junho de 2010

Música do Mar



Avistei a tua imensidão
Ouvi as tuas ondas bater
Encantou-me esta canção
Fiquei deliciado só de ver

Tua melodia é maravilha
Nesta encantadora paisagem
Onde tudo reluz e brilha
Deslumbrante é esta imagem

Teu encanto me atiça
Tua música me enfeitiça
Deixando-me sem reação

Acompanho-te desde criança
Recebendo hoje de herança
Esta tão linda canção


JORGE BRITES
Partilhando o meu Sorriso

Bem Viver

Domine a língua.
Diga sempre menos do que pensa.
Cultive uma voz baixa e suave.
O modo de falar impressiona mais
do que o que se fala.
**
Pense antes de fazer uma promessa
e depois não a quebre,
nem dê importância ao quanto lhe custa
cumprí-la.
**
Nunca deixe passar uma oportunidade
para dizer uma coisa meiga e animadora
a uma pessoa ou a respeito dela.
**
Tenha interesse nos outros em suas ocupações,
em seu bem estar seus lares e família.
Seja sempre alegre com os que riem
e lamente com os que choram.
Aja de tal maneira que as pessoas com quem
se encontrar sintam que você lhes dispensa
atenção e lhes dá importância.
**
Seja alegre.
Conserve para cima os cantos da boca.
Esconda suas dores, desapontamentos
e inquietações sob um sorriso.
Riam das estórias boas e aprenda a contá-las.
**
Conserve a mente aberta para todas as questões
de discussão.
Investigue, mas não argumente.
É próprio das grandes mentalidades discordar
e ainda conservar a amizade do seu componente.
**
Deixe as suas virtudes, se as tiver,
falarem por si mesmas e recuse a falar
das faltas e fraquezas de outros.
Condene os murmúrios.
Faça uma regra de falar só coisas boas
dos outros.
**
Tenha cuidado com os sentimentos dos outros.
Gracejos e críticas não valem a pena
e frequentemente magoam quando menos
se espera.
**
Não faça questão das observações más a seu
respeito.
Viva de modo que ninguém as acredite.
**
Não seja excessivamente zeloso dos seus direitos.
Trabalhe, tenha paciência,
conserve-se calmo,
esqueça-se de si mesmo
e receberá a recompensa.
**
(Desconheço o Autor)

Fábula da Convivência



"Durante uma era glacial, muito remota,
quando parte do globo terrestre
esteve coberto por densas camadas de gelo,
muitos animais não resistiram ao frio
intenso e morriam indefesos
por não se adaptarem às condições
do clima hostil.
Foi então que uma grande manada de
porcos-espinhos,
numa tentativa de se proteger e sobreviver,
começou a se unir, a juntar-se mais e mais,
assim cada um poderia sentir o calor
do corpo do outro.
E, todos juntos, bem unidos,
agasalhavam-se mutuamente,
aqueciam-se enfrentando por mais tempo
aquele inverno tenebroso.
Porém, vida ingrata,
os espinhos de cada um começaram
a ferir os companheiros mais próximos,
justamente aqueles que lhes forneciam mais calor,
aquele calor vital,
questão de vida ou morte.
E...afastaram-se feridos, magoados, sofridos.
Dispersaram-se por não suportarem
mais tempo os espinhos dos seus semelhantes.
Era muita dor.
Mas, essa não foi a melhor solução:
afastados, separados,
logo começaram a morrer congelados.
Os que não morreram,
voltaram a se aproximar, pouco a pouco,
com jeito, com precaução, de tal forma que,
unidos,
cada qual conservava uma certa distância do outro,
mínima,
mas o suficiente para conviver sem ferir,
para sobreviver sem magoar,
sem causar danos recíprocos.
Assim, suportaram-se
resistindo à longa era glacial.
Sobreviveram!

**

-É fácil trocar palavras,
difícil é interpretar o silêncio.
-É fácil caminhar lado a lado,
difícil é saber como se encontrar.
-É fácil beijar o rosto,
difícil é chegar ao coração!
-É fácil apertar as mãos,
difícil é reter seu calor!
-É fácil sentir o amor,
difícil é conter a sua torrente!"

**

(Desconheço o Autor)

Pai Nosso Conscientizado


Será que todas as vezes que eu digo PAI-NOSSO,
realmente penso que DEUS é pai de todos
os homens e que sou irmão de todos eles
porque sou filho do mesmo PAI
que nos ama muito?
***
Quando digo QUE ESTAIS NO CÉU,
será que estou consciente de que DEUS é o senhor
de tudo,
e que meu objetivo nesta vida é um dia gozar
as maravilhas que ele preparou para cada um de nós?
***
Quando digo SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME,
eu me lembro das vezes que pronuncio
o nome dele em vão?
Das vezes que juro em nome de DEUS e dos momentos
em que eu não o santifiquei na pesssoa do meu irmão?
***
Quando digo VENHA A NÓS O VOSSO REINO,
será que eu estou fazendo algo de construtivo
na minha vida e na vida dos meus irmãos,
cooperando para que esse Reino nasça no coração
de cada homem?
***
Quando digo SEJA FEITA A VOSSA VONTADE,
será que em todas as situações de minha vida
estou afirmando que aceito a vontade de Deus,
mesmo que seja totalmente contrária a minha?
***
Quando digo ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU,
será que aceito mesmo que ele está em tudo
e que Ele é o Senhor de todas as coisas?
***
Quando digo O PÃO NOSSO DE CADA DIA
NOS DAÍ HOJE
,
eu estou me lembrando que o verdadeiro Pão
que eu devo pedir ao Pai para mim e para
meus irmãos,
todos os dias é o Pão da Bondade, da Paz,
da alegria, da Pureza, da Caridade e da Oração?
E será que me lembro do pão material que
me sobra,
o qual posso compartilhar com os pobres e
marginalizados?
***
Quando digo PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS,
será que estou pedindo perdão a DEUS
e aos irmãos pelas vezes que eu faltei com amor
e pelas vezes que eu não quis reconhecer
meus erros?
***
Quando digo
NÃO NOS DEIXES CAIR EM TENTAÇÃO,
lembro de que ele me fez fraco e limitado,
assim também como fez os meus irmãos?
E que devo cooperar para não cair,
fortificando-me pela oração?
***
Quando digo MAS LIVRAI-NOS DO MAL,
estou querendo realmente que DEUS livre
de todo mal aquela pessoa que eu não gosto?
***
Quando digo AMÉM, ´
será que estou assumindo o meu compromisso
com o PAI cooperando para que todas
estas coisas se realizem?
Mas este AMÉM é só uma palavra ou é um ato
concreto de um corajoso e verdadeiro
compromisso CRISTÃO?
**
(Desconheço o Autor)

Apesar dos Limites



No tempo em que ainda era um simples estudante
de medicina numa universidade do meio
Oeste dos Estados Unidos da América,
Dr. Marlin nutria a estúpida preocupação
com um mundo cheio de pessoas aleijadas
e de doentes sem esperança de cura.
Por essa razão,
era partidário da eutanásia e de eliminação
dos aleijados sem cura.
Moço e irreverente,
costumava travar calorosas discussões
com os colegas que pensavam de maneira
diferente da sua.
Aos seus inflamados argumentos,
os companheiros respondiam:
"Mas então você não vê que nós aqui estamos
estudando medicina para cuidar de aleijados,
dos coxos e dos cegos?"
Os médicos existem neste mundo para curar
os doentes".
Era sempre a resposta que ele dava.
E se nada pudermos fazer em seu benefício,
o melhor para eles é a morte.
No entanto, uma noite,
quando prestava serviço como interno de
hospital, no último ano do curso,
Marlin foi chamado para assistir a uma parturiante,
imigrante alemã,
que morava num bairro miserável da cidade.
Era o décimo filho que a pobre mulher dava à luz,
e o bebê entrou neste mundo com uma das
perninhas bastante mais curta do que a outra.
Antes de fazer com que a criança pudesse
respirar por si mesma, acudiu-lhe um pensamento:
"Que despropósito!
Este pequeno vai passar a vida inteira
arrastando essa pobre perna".
"Na escola será vítima de chacota dos outros meninos,
que o chamarão de manco".
"Para que hei de obrigá-lo a viver?
O mundo nunca dará pela falta dele".
Mas, apesar dos pensamentos,
o garoto levou a melhor.
O jovem médico não conseguiu deixar de
insuflar o ar da vida naqueles pequenos pulmões,
pondo-os a funcionar.
Cumprindo o dever,
o interno agarrou a maleta do ofício e foi embora
censurando o próprio procedimento.
"Não posso compreender por que fiz isto!"
Como se não houvesse filhos demais
naquele antro de miséria.
Não entendo porque deixei viver mais aquele,
e ainda por cima estropiado".
Os anos correram...
O Dr. Marlin consagrou-se como médico
e conquistou vasta clientela.
As idéias que sustentava na juventude mudaram.
Agora ele se dedicava a salvar e conservar vidas.
Um dia, seu filho único e a esposa
morreram num acidente de automóvel,
e Marlin tomou a filha do casal para criar.
Amava com todas as forças a netinha "Bárbara".
No verão em que completou dez anos,
a menina acordou, certa manhã,
queixando-se de torcicolo e de dores nas
pernas e nos braços.
De começo pensou-se que fosse poliomielite,
a terrível paralisia infantil,
mas depois verificou-se que era uma raríssima
infecção causada por vírus pouco conhecido
que também causava paralisia.
O Dr. Marlin reuniu vários neurologistas
e todos foram unânimes em afirmar que não
se conhecia remédio nem tratamento algum
para aquela enfermidade.
Em todo caso,
existe um médico no Oeste, homem moço,
que escreveu recentemente,
sobre o êxito que tem obtido em casos como este,
observou um dos neurologistas.
O Dr. Marlin não teve dúvidas.
Tomou a neta e se dirigiu para o hospital indicado.
Quando ficou frente a frente com o médico,
único capaz de salvar a neta tão querida,
o Dr. Marlin observou que o jovem colega
coxeava acentuadamente...
"Esta perna curta faz de mim igual aos meus doentes",
observou o Dr. T. J. Miller, ao notar o olhar do
Dr. Marlin.
Consinto que as crianças me chamam de "manco",
e elas adoram isso.
"De fato prefiro esse nome ao meu real, que é Tadeu,
que sempre me pareceu um tanto pomposo
e ridículo como a tantos outros meninos,
deram-me o nome de moço interno
que uma noite me ajudou a vir ao mundo".
O Dr. Tadeu Marlin empalideceu e engoliu a seco.
Por alguns minutos lembrou-se dos pensamentos
que lhe acorreram naquela noite distante:
"O mundo nunca dará pela falta dele".
Estendeu comovidamente a mão ao jovem colega,
o coxinho devotado,
graças a quem a neta ia poder andar outra vez,
e pensou consigo mesmo:
"Em todo caso,
sempre é melhor ser coxo do que cego,
como eu fui, por muito tempo".

sábado, 26 de junho de 2010

365 Dias com a Sabedoria de Deus

A palavra de paz e de justiça
te acompanhem sempre.

365 Dias com a Sabedoria de Deus



Todas as coisas têm o seu tempo
e todas passam debaixo do céu segundo o tempo
que a cada uma foi prescrito.
Há tempo de nascer e tempo de morrer.
Há tempo de plantar e tempo
de arrancar o que se plantou.
Há tempo de matar e tempo de sarar.
Há tempo de destruir e tempo de edificar.
Há tempo de chorar e tempo de rir.
Há tempo de se afligir e tempo de dançar.
Há tempo de espalhar pedras
e tempo de as ajuntar.
Há tempo de dar abraços
e tempo de se afastar deles.
Há tempo de adquirir e tempo de perder.
Há tempo de guardar e
tempo de lançar fora.
Há tempo de rasgar e tempo de coser.
Há tempo de calar e tempo de falar.
Há tempo de amor e tempo de ódio.
Há tempo de guerra e tempo de paz.

A Juventude Está Chegando


Chegar aos quinze anos
é colocar os pés no limiar da juventude.
Ela se aproxima e é bem-vinda.
Traz uma infinidade de perguntas
e um anseio incontido de respostas.
Abre um leque de possibilidades
e espera do teu coração uma escolha certa.
Descortina a tua frente
novos horizontes, sonhos e pessoas.
Obriga-te a sincronizar-te
com a realidade do mundo
sem abrires mão de valores importantes
capazes de manter a firmeza de teus pés
no chão desconhecido dessa nova etapa.
Parabéns por teus quinze anos!
Que teu caminho seja iluminado!


Viver e Amar - (Divaldo Franco pelo Espírito de Joanna de Ângelis)

Após o fatalismo biológico a vida estua em plenitude.
O Espírito, ser preexistente ao corpo somático
e a ele sobrevivente,
é o modelador das necessidades evolutivas,
no rumo da felicidade para a quel foi criado.
Veste e despe a matéria terrestre,
encetando e concluindo experiências,
mediante as quais progride sempre e incessantemente,
mesmo quando se equivoca e se compromete,
pois que retorna ao educandário para a fixação
dos valores não aproveitados,
embora experimentando a injunção do sofrimento.
O amor é a causa da vida.
Viver e amar são, portanto,
termos idênticos da equação existencial.
Gerada pelo amor de Deus,
a vida avança graças às conquistas que o amor
de plenitude propicia.
Quando o amor a comanda,
esta alcança o finalismo a que se destina.
Viver é proposta desafiadora para o amor.
Amar significa mergulhar no universo
das realizações superiores.
**
No momento em que o homem se apresenta
em carência de vária ordem,
gerada pela falta de amor,
com o objetivo de diminuir a solidão, a angústia,
as inquietações e o sofrimento,
em convite urgente para bem se viver e se amar.
Não trazemos qualquer fórmula mágica,
nem pretendemos reverter a ordem natural
dos acontecimentos.
Antes almejamos repetir conceitos esquecidos,
repisar questões desconsideradas,
retornar a propostas supostamente ultrapassadas
para que se opere,
a transformação íntima para melhor,
sob os auspícios da vida e do amor.
Como a legião dos amargurados é muito grande,
e crescente o número que se dizem
decepcionados com a vida e o amor,
a eles dedicamos,
na esperança de que reconsiderem as conclusões
apressadas e as atitudes pessimistas,
passando a viver com amor,
a amar para viver nos padrões do Evangelho
que a ética espírita confirma e dinamiza,
na condição de diretriz única para
a aquisição da felicidade real.
Aqui estão nossas reflexões e pensamentos,
que te dirigimos com carinho,
anelando para que te produzam o salutar
efeito que a nós própria nos facultou.
Viver e amar eis o desafio do momento.
Aceita-o e plenifica-te.
**
(Joanna de Ângelis)

Maria, A Via Mística Para Cristo


A devoção a Maria começa onde a história
humana de Cristo se encerra.
Para aquele que se encontra diante da cruz,
olhando o Cristo crucificado,
existe uma Mãe amável e misericordiosa,
sempre pronta a mostrar o Caminho mais além.
É naquele crucial momento em que o discípulo,
sem entender racionalmente a Vontade do Pai
de horror pela cruz,
que é apresentada a forma de prosseguir e
superar aquele acontecimento aparentemente
insano da crucificação.
O racional questiona:
"Afinal, Ele não é Messias?
Como pode deixar-se crucificar sem usar
todas as armas que tinha consigo?"
Quantas e quantas vezes nós nos perguntamos
"para que?", "Porque?" e fica difícil entender
o que Deus está querendo mostrar com tudo
o que acontece em nossas vidas,
principalmente se é um acontecimento negativo,
doloroso.
A cruz surge em nosso caminho quando menos
a esperamos,
quando nem nos achamos preparados para ela.
E João ali, prostrado aos pés do seu mestre crucificado,
vendo-o agonizar,
poderia até achar que Jesus não era o Messias
anunciado, porque se o fosse,
não permitiria sua crucificação.
Poderia João caminhar por outros caminhos
e até mesmo esquecer dos ensinamentos
transmitidos considerando tudo uma grande utopia.
Mas naquele momento,
foi-lhe dada a última Instrução:
"Receba a minha mãe,
pois a partir deste momento Ela é a sua Mãe!"
Jesus já havia falado que,
para entrarmos no Reino precisamos
nos tornar crianças,
e ali Ele nos oferecia a Mãe para segurar
em nossa mão e nos indicar o Caminho,
a Via Mística de toda Alma.
Que grande toque!
Das diversas correntes cristãs tradicionais,
apenas a Igreja Católica mantém,
até nossos dias, a devoção a Maria,
chamada de Nossa Senhora, Virgem Maria,
Imaculada Conceição, Rainha dos Anjos, etc.,
é conhecida por muitos nomes.
Nossa Senhora de Guadalupe, de Fátima,
de Lourdes, Nossa Senhora da Penha,
das Vitórias, etc.
Adorada mundialmente até por aqueles
que não praticam o catolicismo,
respeitada no mundo inteiro,
Maria é a que reúne multidões quando surge
um pequeno boato de sua aparição
em algum lugar.
Suas múltiplas formas atraem homens e mulheres
do mundo inteiro à sua devoção.
Maria, Nossa Mãe, gera o Cristo em nós.
Através dela vivenciamos um novo nascimento,
uma verdadeira transmutação.
Prepare-se como uma criança,
abrindo seu coração para essa
Misericordiosa Presença!


José Medrado



Brasileiro, baiano, nascido em Salvador em 1961;
- Diplomado em Letras Vernáculas
pela Universidade Católica do Salvador,
onde também cursou filosofia;
- Funcionário público federal
concursado do Tribunal Regional do Trabalho,
ocupando, atualmente,
o cargo de Diretor de Projetos Especiais;
- Professor da escola de magistratura trabalhista, em Salvador, Bahia;
- Membro da Academia Brasileira de Ciências Mentais;
- 2008 - mestrando em "Família na Sociedade Contemporânea";
- Idealizador e fundador da Cidade da Luz, em Salvador, Bahia.
José Medrado possui múltiplas faculdades mediúnicas,
é conferencista espírita,
tendo visitado diversos países da Europa e das Américas,
cumprindo agenda periódica para divulgação da Doutrina,
trabalhos de pintura mediúnica e workshops.


Livros mediúnicos publicados:

- Cavaleiros da Luz, Missão Socorro;
- Construção Interior;
- O Socorro dos Espíritos.

Soneto da Felicidade

E tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meus pensamentos
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento
E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive)
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.
**
(Vinícius de Morais)

sexta-feira, 25 de junho de 2010

UMA GAIVOTA VOAVA......


Uma gaivota voava...
Sobre o céu da Terceira.
As suas asas batendo
Como se fosse a primeira...
Uma esperança trazia,
A quem a via chegar
No azul do infinito
Voava sem canseira.
No mar mergulhava o bico...
A terra vinha pousar,
Trazendo a maré-cheia!
Uma gaivota voava...
Sobre o céu da Terceira
Junto à costa sobranceira,
Trazendo o cheiro a maresia,
Por vezes pousando na areia
Como se escrevesse poesia...
Deixando suas pegadas
Voltava de novo a voara
E a terra querer voltar
Uma gaivota voava...
Sobre esta Ilha Terceira,
Não sei se por gostar
Ou se queria cá ficar
Aqui neste Paraíso
Outras deixando um sorriso
Para os seus voos voltar!


(JOANNA)

Sem Título



Quando crianças à beira da psicina
desejamos de todas as profissões experimentar
o menino bombeiro, a menina, veterninária cuidar
dos bichinhos que toda criança gosta, um gato
um cachorro, um passarinho, crianças a brincar


Perguntas sem sentido, incompreendidas a cantarolar
por que porta se chama porta, por que a água do mar
salga a nossa língua e irrita nosso olhar?


Quando as peripécias infantis deixam de nos encantar
que divina a vida é! Dá ao ser humano, nova graça, novo ar
meninos olhando indiscretamente para o corpo femino
meninas crescentes, com olhos curiosos e envergonhados,
entre risinhos e confidencias, a eles, desejar


Que gostosa nossa juventude, tão depressa a nos deixar
quem me dera a quietude de na casa da vovó de novo estar!
quem me dera os compromissos, a agenda, os horários, desmarcar....


Quem me dera ter a vitalidade de um sonhador, a garra de um adulto,
a ingenuidade da criança e a sensibilidade do jovem que fui
para poder, recapitulando a minha vida, em paz desencarnas.

(Desconheço o Autor)

Meu cantinho




Um dia desejo ter um cantinho
Um cantinho somente para mim
Uma casinha na beira do riacho
Num sitio bem pequenininho


La será meu rincão, meu pedacinho de chão
Onde comporei um viçoso pomar
Com minhas proprias mãos o vou semear
Cultivar, diariamente molhar


Até o dia de colher minhas frutas
Também um belo jardim, com minhas flores
prediletas
Em torno de minha casinha para a perfumar
Essa casinha com carinho desenhada...será meu
lar


Moldurada de flores, colorida com carinho
Arrumada com paz, bom gosto e amor
Mais os sons de algumas aves mais um
ou dois leais cães, talvez até um gato


Mais o toque feminino da minha amada
Cheiro de limpeza, de comida na panela
De cama arrumada, de casa enfeitada
De compreensão e amor no coração


Joe'A

www.vidasempoesia.com.br
www.sollua.com.br
www.vidasempoesia.com.br
http://joeaemversoseprosas.blogspot.com
http://solluaemversoseprosas.blogspot.com
http://solluaejoeaemversoseprosas.blogspot.com

Saberás o quanto te quero - Sabrás cuanto te quiero



Imagino, quando chegar o dia
de acordar a seu lado, te beijar
te desejando bom dia, despertar
de um sono após tanto nos amar
***
Não vejo a hora de você me chamar
se decidir, nos encontrar e o dia marcar
Hora já tão sonhada, tão fantasiada
Tantas situações, tanto lugar
***
Como a primeira vez que vou te ver sorrir
sair da imaginação, te cheirar, teu calor sentir
olhar nos olhos, na tua mão pegar
com carinho te abraçar... podendo te beijar
***
Como será que vai acontecer, como vamos nos comportar
com as mãos molhadas com certeza vou estar
como estará vestida, que perfume vai usar
e o local como será? Já não me interessa...
***
O importante é com você de verdade estar
Conheço sua imagem, sua voz...amo sua alma
Será o fim dessa crescente ansiedade louca
que é mais que um desejo, simplesmente por te amar
--------------------------------------
Sabrás cuanto te quiero

Me imagino, cuando llegue el día
de despertarme a tu lado, besarte
desearte buenos dias, despertar
de un sueño después de tanto amarnos
***
No veo el momento de que me llames
si así lo decides, para citarnos
***
Momento tan soñado, tan fantasiado
Tantas situaciones, tantos lugares
***
Como la primera vez que voy a verte sonreir
salir de la imaginación, olerte, tu calor sentir
mirarte a los ojos, tomar tu mano
con cariño abrazarte...pudiendo besarte
***
¿Como será que eso acontecerá? ¿como vamos a portarnos?
con las manos mojadas seguramente voy a estar
¿como estarás vestida? ¿que perfume usarás
?y el local ¿como será? ya no me interesa...
***
Lo importante es contigo de verdad estar
Conozco tu imagen, tu voz...amo tu alma
Será el final de esa creciente ansiedad loca
que es más que un deseo, simplemente por amarte
***

Joe'A
©Traducción al español por Meg*

Aceitação/Aceptación



São tantas perdas que sofremos nessa vida
Tanta dor nos momentos de desenlaces
Que parecem que podaram um pedaço da gente
arrancaram, lascaram, sem anestesiar


E fica aquele vazio no peito da gente
No corpo, na alma aquela dor,
aquela falta sem cessar, lesado no corpo no coração
Sentimos que nem o tempo vai curar, tal mutilação


Que fazer, se não há como a falta sanar
Que fazer, se não há como remediar
Que fazer, se não há como ressuscitar
Que fazer, se não há como o coração consolar


Somente os desígnios da vida e de Deus aceitar
Pois a vida vai que continuar
A parte que se foi, vamos aprender a conciliar
O que morreu, sua parte cumpriu, e a nossa vida vai continuar


A nossa parte deve chegar ao fim, devidamente completada
Nascemos já sentenciados, com uma micção a ser cumprida
Não sabemos exatamente, nem quando, nem de que nem onde
Muito menos a missão a ser constituída, parte da condenação


Esta vai depender do seu livre arbítrio
das escolhas de sua vida
Se você alimenta mais o Bem ou o Mal
Dependendo de você, os atenuantes e os agravantes


De nada adianta reclamar, se lastimar
Muito menos sentir pena de si
Porque a vida, o tempo não vai parar para te esperar
A vida vai continuar, se não luta, seu suplicio só vai aumentar


Que fazer então? Se resignar, se consolar, aceitar?
Parece ser este o caminho, o da Aceitação
Com Amor, Fé e esperança no coração
Pois é o único caminho para paz, e a alegria da reconciliação


Aceitar a vida como ela nos é dada
Estar para as mudanças que são eternas
Prevenido, preparado, dando sentido a sua vida
Pois o maior sentido ela, é viver, e sua parte fazer.


Joe'A


************************

Aceptación


Son tantas las pérdidas que sufrimos en esta vida
Tanto dolor en los momentos de los desenlaces
Que parecen que podaron un pedazo nuestro
arrancaron, hirieron, sin anestesia


Y queda aquel vacío en el pecho
En el cuerpo, en el alma, aquel dolor,
aquella falta sin cesar, herido en el cuerpo, en el
corazón
Sentimos que ni el tiempo va a curar tal mutilación


¿Que hacer? si no hay como la falta sanar
¿Que hacer? si no hay como remediar
¿Que hacer? si no hay como resucitar
¿Que hacer? si no hay como el corazón consolar


Solamente los designios de la vida y de Diós aceptar
Pués la vida va a continuar
La parte que se fué, vamos aprender a conciliar
Lo que murió, su parte cumplíó, y nuestra vida va a
continuar


Nuestra parte debe llegar al final, debidamente
acabada
Nacemos ya sentenciados, con una misión a cumplir
No sabemos exactamente, cuando, ni de qué, ni donde
Mucho menos la misión a ser constituida, parte de la
condena


Esta va a depender del libre albedrío
de las elecciones durante la vida
Si tú alimentas más el Bién o el Mal
Dependen de tí los atenuantes y los agravantes


De nada sirve reclamar, lastimarse
Mucho menos sentir pena de sí mismo
Porque en la vida, el tiempo no va a parar para
esperarte
La vida va a continuar, si no luchas, tu suplicio apenas
aumentará


¿Que hacer entonces? ¿Resignarse? ¿consolarse?
¿aceptar?
Parece ser este el camino; el de la Aceptación
Con Amor, Fe y esperanza en el corazón
Pués es el único camino hacia la paz, y la alegría de la
reconciliación


Aceptar la vida como nos es dada
Estar para los cambios, que son eternos
Prevenido, preparado, dando sentido a su vida
Pués el mayor sentido, es vivir, haciendo su parte.


Joe'A

Traducción al español por ©Meg*


www.vidasempoesia.com.br
www.sollua.com.brh
htp://joeaemversoseprosas.blogspot.com
http://solluaemversoseprosas.blogspot.com/
http://solluaejoeaemversoseprosas.blogspot.com/



O Poder da Oração de Cura



O Dr. William Standish Reed, MD*, MS**,
um experiente cirurgião de Tampa, Flórida,
escreveu um folheto intitulado:
Relatório de um médico:
A mensagem evangélica sobre a cura,
no qual expõe:

**

Os médicos são relevantes,
mas Deus deve ser colocado em primeiro lugar.
Recomendo-lhe,
como sempre o faço às pessoas de todos os lugares
onde tenho falado,
que, se você marcou uma consulta com seu médico
ou agendou uma cirurgia,
utilize o tempo de espera para fazer
sua preparação espiritual.
Vá à sua igreja.
Receba a unção com óleo e a imposição das mãos
acompanhada de oração,
de acordo com a Bíblia.
Liberte-se de seus pecados.
Deposite-os no altar e peça que o Senhor Deus
desça sobre você com Seu poder de ressureição.
O poder que levantou Jesus do sepulcro
vivificará seu corpo mortal e o levantará.
O poder de Cristo não é anêmico!
Basta dessa noção simplista que nós temos!
Tudo isso pode acontecer num minuto.
Que é o tempo para o Deus todo-poderoso?
A cura que acontece instantaneamente
é uma condensação da energia divina no tempo.
Ele pode acelerar o processo de cura a ponto de fazer
com que ele ocorra num segundo.
A que deve se isso?
É só o fato de que finalmente alguém chega
àquele momento em que diz:
"Senhor, quero prostrar-me
totalmente a Teus pés.
Toma posse de mim agora e faz-me Teu."
A pessoa se desembaraça das coisas que ergueu
entre si mesma e Deus permite que Ele
a inunde com Seu poder curador.
Vamos edificar o lar que oferece a cura,
onde a mãe impõe as mãos sobre o filho,
em nome de Jesus,
e pede que a criança seja curada.
Vamos formar filhos que possam orar pelo pai
quando este estiver aborrecido por causa da
tensão do mundo.
Vá até seu filhinho e peça-lhe que imponha
as mãos sobre você e ore ao Deus todo-poderoso,
para que Jesus venha com poder e o cure.
Vamos edificar a família que ora por cura.
Vamos edificar a Igreja que oferece a cura
para todas as pessoas.
Basta de barreiras denominacionais.
Jesus Cristo é o elo entre as pessoas.
O Pentecostes não pertence exclusivamente
a nenhuma denominação.
O Espírito Santo é para todos,
não somente para um grupo.
Jesus Cristo,
através de Seu Espírito Santo,
é para todos e cada um de nós."

***

Vinde, Espírito Santo



V./Vinde, Espírito Santo,
enchei os corações dos vossos fiéis
R./e acendei neles o fogo de vosso amor.
V./Enviai o vosso Espírito e tudo será criado,
R./e renovareis a face da terra.

**

Oremos:Ó Deus, que iluminais os corações
dos vossos fiéis com as luzes do
Espírito Santo,
concedei-nos que no mesmo Espírito
saibamos o que é reto e gozemos sempre
de suas consolações. Por N.S.J.C.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Meus Anjinhos de 4 Patas


Meus Anjinhos de 4 Patas


Meus Anjinhos de 4 Patas


Meus Anjinhos de 4 Patas


A maior Ponte Suspensa do Mundo

Inaugurada em 08 de abril de 1998,
a Akashi -
Kaikyo é a maior ponte suspensa do mundo.
Liga a ilha japonesa de Awaji à cidade de Kobe,
com 3991 metros de comprimento.
Foi construída para resistir a ventos
de 266 kms/h, a sismos de 8,5
na escala Ritcher e a fortes correntes
marítimas.
As suas torres de sustentação estão 298 metros
acima do nível do mar.
A ponte custou cerca de US$5 bilhões.

São Basílio Magno - Dia 2 de Janeiro

1- A família e a formação

Basílio nasceu em Cesareia, capital da Capadócia,
Ásia Menor no seio de uma família profundamente cristã.
Seu pai era São Basílio o velho, e sua mãe, Santa Emélia.
Estudou em Constantinopla e Atenas.
Entre seus nove irmãos figuraram:
Santa Macrina a jovem e São Pedro de Sevaste.
Como seus colegas de estudo teve o futuro imperador apóstata,
também capadócio e seu amigo inseparável,
que escreveu sobre os dois:
"conhecíamos apenas duas ruas na cidade:
a que conduzia à Igreja e a que nos levava à escola".
***
2- A etapa do monaquismo

Terminando seus estudos, Basílio retornou à Cesarea,
sendo batizado e se determinando a seguir a pobreza evangélica.
Visitou e estudou nos mosteiros do Egito, Palestina, Síria e Mesopotâmia.
Em seguida morou em uma estalagem na região do Ponto,
perto do rio Íris,
entregando-se a uma vida solitária de oração e estudo,
e formando o primeiro mosteiro da Ásia Menor.
***
3-As controvérsias teológicas

A heresia ariana naquela época estava no ápice,
sendo que os ortodoxos eram perseguidos pelos hereges.
Basílio foi ordenado diácono e sacerdote na Cesareia em 363,
mas se retirou para o Ponto para evitar conflitos com o arcebispo Eusébio.
Em 365 seu amigo Gregório Nazianzo retirou Basílio de seu retiro,
e em 370, quando o arcebispo Eusébio morreu,
deixando vaga a sede arcebispal, Basílio foi eleito para ocupá-la.
Com a morte de Santo Anastácio, pouco depois,
Basílio passou a ser o último defensor da ortodoxia no oriente,
morrendo em 1o de Janeiro de 379, aos 49 anos.
Dedicou as suas maiores energias a defender
a doutrina da consustancialidade do Verbo,
definida solenemente no Concilio de Nicea (325).
Por este motivo sofreu muitos ataques dirigidos pelos arianos
e pelas autoridades imperiais, que queria, impor a doutrina de Arío.
contribuiu de maneira decisiva na tarefa de precisão conceptual
dos termos com os quais a Igreja viria a expor o dogma trinitário,
preparando, desta maneira,
que enunciou de forma definitiva a doctrina sobre a Santíssima Trindade.
Sua produção literária compreende trabalhos dogmáticos,
ascéticos, pedagógicos e litúrgicos.
A ele se deve a fixação definitiva
de uma das mais conhecidas liturgias (missas) orientais:
Junto com São Gregorio Nazianzo,
escreveu duas Regras que tiveram um influxo decisivo
na vida monástica do Oriente cristão.
Sobre ele, assim se manifestou o Papa Bento XVI:
«Na realidade, São Basílio criou uma vida monástica muito particular:
não fechada à comunidade da Igreja local,
mas aberta a ela.
Seus monges formavam parte da Igreja particular,
eram seu núcleo animador que,
precedendo aos demais fiéis no seguimento de Cristo e não só da fé,
mostrava sua firme adesão a
Cristo - o amor a ele -,
sobretudo com obras de caridade.
Estes monges, que tinham escolas e hospitais,
estavam ao serviço dos pobres;
assim mostraram a integridade da vida cristã.»
O Servo de Deus João Paulo II,
falando da vida monástica, escreveu:
«Muitos opinam que essa instituição tão importante
em toda a Igreja como é a vida monástica ficou estabelecida,
para todos os séculos, principalmente por São Basílio ou que,
pelo menos, a natureza da mesma não teria ficado
tão propriamente definida sem a sua decisiva aportação.»

"Ave, Maria, cheia de graça!"

Esta primeira frase da ave maria é formada
pelas palavras que o anjo Gabriel disse
à Nossa Senhora, ao chegar à sua casa,
saudando-a.
"Cheia de graça" significa que Maria tinha
recebido as graças de Deus,
os benefícios do Senhor;
ela tinha sido escolhida por Deus.

A Salve Rainha

A homenagem a Maria:
rainha do céu e da humanidade.
***
É possível que você já conheça esta oração.
Mas você já prestou atenção em suas palavras?
A salve rainha é uma prece à Nossa Senhora
cheia de frases bonitas.
É como se estivéssemos enunciando as muitas
qualidades da mãe de Deus.
A salve rainha é mais do que uma oração,
é uma homenagem que prestamos a Maria,
rainha do céu e rainha da humanidade.

A mais bela Oração



O pai nosso é, sem dúvida,
a mais importante de todas as orações.
Você sabe por que?
Porque quem nos ensinou essa bela
oração foi Jesus, o Filho de Deus.
Um dia, Jesus estava rezando
num certo lugar.
Seus discípulos estavam ali perto.
Terminada a oração,
um deles pediu a Jesus:
"Senhor, ensina-nos a rezar..."
Então Jesus respondeu:
"Quando quiserem rezar, digam..."

**
(continua depois)

Os Anjos, Mensageiros de Deus

Desde bem pequenino,
você deve ter ouvido falar nos anjos.
"Durma com os anjos" ou
"Que o anjo da guarda o proteja"
são expressões que todos nós
ouvimos desde crianças.
Os anjos são criaturas do céu
que "trabalham" como mensageiros
entre Deus e os homens.
Além dos anjos, existem também
os arcanjos,
que são anjos de ordem superior,
isto é, no céu, os arcanjos
estão acima dos anjos.






A Oração do Glória ao Pai



Glória ao Pai é uma oração de louvor
ao nosso Deus,
no seu grande mistério de um Deus
em três pessoas:
O Pi, o Filho, o Espírito Santo.
A Santíssima Trindade será sempre
um mistério,
algo que não podemos entender porque
a nossa inteligência humana é limitada.
Mas é também sempre a grande verdade
de nossa religião que nós louvamos,
adoramos e agradecemos.
A oração Glória-ao-Pia é a manifestação
do nosso carinho,
do nosso amor para com Deus que é Pai,
Filho, Espírito Santo.

História de Santa Rita de Cássia

CÁSSIA
CARACTERES DO SÉCULO DE SANTA RITA
Cássia é hoje uma região de cerca de cinco mil
habitantes distribuídos por trinta e seis
povoações e faz parte da província de Perúsia.
Pertenceu durante algum tempo à vizinha diocese
de Spoleto,
e depende atualmente da diocese de Norcia,
terra natal de São Bento,
fundador do monocato do Ocidente.
Como sucede com a maioria das cidades
e povoaçõse da Úmbria,
Cássia aparece como que debruçada pelo cimo
e pela encosta de uma colina,
em agradável situação, longe do tumulto
das grandes cidades,
oferecendo repouso aos seus habitantes e
facilitando o recolhimento das almas
sequiosas de Deus.
A pequena distância está Assis,
a cidade do Poverello,
que deixou a Úmbria, à Itália e ao
mundo inteiro tantos e tão belos exemplos
da sua imensa caridade e de seu amor
da pobreza e da paz.
Cássia teve de lutar,
durante longos anos,
contra os homens e os elementos.
Passando por diversos domínios,
muitas vezes impaciente subjugada,
por vezes devastada pelos terremotos,
ressuscitava de suas ruínas.
Mas o abalo císmico de 14 de Janeiro
de 1703, causou tais devastações
que não mais se pôe recostruí-la inteiramente.
Uma das povoações pertecentes à região
de Cássia se chama Rocca Porrena
e está a mais de 700 metros acima do nível
do mar; é um pequeno grupo de casas
com uma centena de habitantes:
aí nasceu Santa Rita.

Para Minha Mãe - Obrigado



Porque posso reconstruir, passo a passo,
meus primeiros anos com todas essas
fotografias classificadas com
tanto carinho.
Quanto amor pode caber no prazer
com que mostra sempre esse rosto cheiroso,
lambuzado de chocolate?

Procurar Deus



Tudo aquilo em que é possível crer
é uma imagem da Verdade.

**
(William Blake)

Trechos

MALES:
Os males da Natureza?
Pensa nisto quando ores:
Males feitos por nós mesmos
São sempres muito piores.
***
CRISES:
Se provações te maltratam
Sempre mais, nunca te irrites.
Perante o amparo de Deus,
Toda crise tem limites.
***
QUANTO MENOS:
Muita gente neste mundo
Faz tudo o que lhe apetece
E alega a própria importância
Quanto menos se conhece
***
SENHA:
Serviço Espiritual
No mundo tem esta senha:
Quem muda tem nova linha,
Quando foge, leva a lenha.
**
(Cornélio Pires)

Cornélio Pires

Cornélio Pires, nascido em Tietê, São Paulo, em 1884,
foi escritor, compositor, conferencista, jornalista,
contador de causos, folclorista e poeta.
Porém, a importância maior deste tieteense,
foi a dedicação de uma vida inteira à compilação
e à divulgação da cultura sertaneja,
através de livros, discos, filmes, conferências,
artigos de jornais e composições musicais.
Já existia evidentemente esta cultura,
mas foi ele que,
com o seu inestimável trabalho
possibilitou que a música caipira fosse divulgada,
inicialmente em discos, com selo próprio,
e depois através das rádios AM de São Paulo.
A nossa dupla Tonico e Tinoco deve muito a ele
a abertura deste caminho e que depois também
foi trilhado por inúmeras duplas e trios sertanejos
de tão boa qualidade.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Mensagens do Dia a Dia



Censura o amigo à parte
e louva-o perante outrém.

Mensagem do Dia a Dia



A amizade multiplica as alegrias
e divide as tristezas.

Algumas Normas Importantes



No ato sexual,
cada um deve procurar a felicidade
do outro.
Não dar lugar ao egoísmo.
Um não deve negar ao outro a satisfação
do desejo sexual,
nem tampouco abusar.
Há situações de extremo cansaço ou de
enfermidade onde deve haver respeito.
A relação não começa ma cama.
A preparação é durante todo o dia,
com uma conduta amorosa e afetiva.
A vida íntima deve ser pura,
todos os detalhes devem ser dialogados
para não agredir a sensibilidade
e o pudor do cônjugue.
Entre o casal toda a sensualidade
é permitida,
mas tudo deve ser feito de comum
acordo.

Ofertório



No teu peito deposito,
todos meus sentimentos.
Com fervor entrego meu coração.
Em devoção, de joelhos, oro

Uma oração ao supremo amor
No altar do seu coração
me entrego de corpo e alma ao sacrificio,
em oferenda a nossa perpétua união.

"Em ato de extrema confiança
te dou meu coração,
recebo seu coração
contendo neles todos

Nossos sentimentos
os seus depositados no meu
os meus depositados do seu
assim como, absoluta renuncia

As tentações mundanas, profanas
Nos consagrando um ao outro
A tudo renunciando, voluntariamente,
em detrimento aos nossos sentimentos

Nos maravilhando no nosso paraíso
nirvana em vida no horizonte perdido
no vale do amor eterno, onde viceja
o carinho, brota o respeito, desabrocha o amor

O eterno amor....Amém"

Joe'A

Eu aqui...voce aí

Eu aqui...voce aí
Quanto desejo por ti
de te ter aqui
juntinho de mim
te abraçando, te acariciando assim
completamente em ti
**
Que desperdicio de desejos
eu aqui...voce ai
desperdício de nós
tanta vontade e voce longe de mim
uma tortura de corpo e alma
para mim voce é uma necessidade
voce longe é uma agonia sem fim
**
Não a deixarei
mais ficar distante
por nem mais uma semana
nem por mais um dia
nem por um instante
imagina por toda esta noite
sem sentir voce a dormir
depois de nos amar...selvagemente
**
Não tinha a dimensão
da falta que voce me faz
forma um vazio aqui
dentro de mim
que não tem fim
não existe nada que me complete
sou louco,
apaixonado por ti
**
Mais um dia de espera
mais uma insonia que amanhece
ahhh .. que ansiedade
pela hora de sua chegada
pela hora de te abraçar
pela hora de eternamente te amar
**
Joe'A

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Tu presencia...A tua presença


Tu presencia

Tu presencia broncea mi alma
calienta mi corazón, me llena de felicidad
sacia mis ansias, diluye mi añoranza
embala mis insomnios, vela mi sueño
**
Tu presencia multiplica mis esperanzas
motiva mi vida, transborda mis sueños
abre los cielos de mi imaginación
da vigor a mis planes y pasión y creación
**
En tu presencia no es el cielo el límite
y sí el propio infinito
mi límite para amar rodeando
las fronteras de la imaginación con mi pasión
**
En tu presencia domino los cuatro elementos
domino el espacio y el tiempo de todos,
antes, insondables misterios de lo nuestro
del auto-conocimiento de mí, de tí y de nosotros
**
Joe'A
©Traducción al español por Meg*
**********************
A tua presença

A tua presença bronzeia minha alma
aquece meu coração, me irriga de felicidade
sacia minhas ansias, dilui minha saudade
embala minhas insonias, vela meu sono
**
A tua presença multiplica minhas esperanças
motiva minha vida, transborda meus sonhos
abre os céus da minha imaginação
dá vigor aos meus planos e paixao e criação
**
Na tua presença não é o céu o limite
mas sim o proprio infinito
meu limite para amar bordejando
as fronteiras da imaginação com minha paixão
**
Na tua presença domino os quatro elementos
domino o espaço e o tempo de todos,
antes, insondáveis mistérios do nós
do auto conhecimento de mim, de voce e de nós
**

Pedaço de mim....pedaço de ti


Hoje ou além da vida ....
Quando eu me fôr ...
não te entristeças e nem lamentes ...
Que quando rompidos os liames da carne ... mais
perto de ti estarei ...
depositarei parte de mim em ti
e levarei parte de ti em mim
a parte de ti ligada a parte em mim...
nao lamente, pois nunca será o fim,
terá um fimestarei em teu sorriso, nas alegrias
estarei em tuas lagrimas, nas tristezas
sentirei tuas dores...teus prazeres...
vibrarei com tuas glorias....te darei força nas
derrotas
e quando cair...lembre-se de mim
porque minha mão estará estendida para ti...
hoje e por todo o sempre
voce é e será parte de mim
Joe'A
Visite meu site
www.vidasempoesia.com.br


Alexandre Simas Costa



AlexSimas/AtsoCerdnaxelA/SamisXelA/Alexandre Costa.


O Lobo Poeta - Um Homem - Quatro Poetas.
Cada Pseudônimo tem seu estilo, sua maneira de ver a vida,
enxergar o ser humano, seus sonhos, suas subjetividades:
AlexSimas é o romântico, o Poeta do Amor,
o mestre das metáforas e do lirismo.


AtsoCerdnaxelA é o mestre do erotismo, o devasso,
O Poeta dos desejos da carne.


SamisXela é o Filosofo, o Louco, o eterno aprendiz,
sempre em busca da verdade e de um mundo de compreensão,
paz e amor fraterno.


Alexandre Costa é Senhor das Sombras, o Poeta Obscuro, Gótico,
sua verdade é crua dentro de sua ótica de vida,
suas letras são ásperas....


Nascido em 02 de Novembro de 1961 na cidade de Olinda, Pernambuco.
Radicado na Bahia na cidade do Salvador desde 1979.
Leitor compulsivo,
desde que aprendeu a ler aos 10 anos de idade,
filho de família humilde só veio ter acesso a escola
quando da inauguração de um grupo escolar na vila onde morava,
as letras o encantaram desde então.
Enquanto a maioria dos garotos de sua idade dedicavam-se
as brincadeiras naturais da infância,
Alexandre viajava pelo mundo de sonhos e fantasias,
visitava países distantes, conhecia personalidades,
desbravava continentes..
Começou na leitura com revistas em quadrinhos
(das quais ainda é um fanático), logo depois conheceu os livros de bolso;
western, espionagem, aventuras, romances...
Começou a escrever poesias aos 16 anos,
a grande maioria de seus escritos perderam-se
nas diversas mudanças de casa e de cidades.
Desencantou-se com as letras devido a descriminação
que sofria de amigos e parentes,
so voltando a escrever ao 25 anos e novamente
parou por falta de motivação principalmente da companheira
para quem escrevia seus poemas.
Novamente retorna as letras em 2006 aos 45 anos.
Tem três livros inacabados; o primeiro iniciado em 1979;
o segundo iniciado em 2006 e o terceiro iniciado em 2007.
Não pretende viver de literatura,
não sonha tornar-se um escritor ou poeta famoso,
escreve pelo prazer de escrever,
suas letras vem da alma, do coração,
é puramente intuitivo.
“Quando estou escrevendo é como se não fosse eu,
é como se eu psicografasse”


Alexandre Simas Costa

Lascívia...




Lascívia...Pouso meus olhos em teu corpo nu
Vislumbro teus mamilos estumecidos
Eretos ao toque de minhas mãos


Tua língua quente invade minha boca
Prende meus lábios entre teus dentes
Cravando tuas unhas em minhas costas
O que antes era febre
Tem agora a fúria de um incêndio
Minha alma vomita larva
Expele chamas por todos os poros...


Milhões de borboletas de fogo
Invadem-me... Incendeiam-me...
Quando me enlaças com tuas pernas
Encaixando-me em teu quadril
Levando-me para dentro de ti
Com a maestria da messalina
Da dama que sabe ser puta


Sinto-me pégasos cavalgado por Afrodite
Se for loucura......
Deixem-me morrer louco


(AlexSimas)

Salmo do Dia - Salmo 111:10

O temor do Senhor
é o princípio da sabedoria;

Bouvier de Flandres



Os trabalhos deste cão,
se diferencia daqueles do pastor porque ele
se dá melhor tomando conta de bovinos.
E, para ser um "chefe" respeitado,
é necessário um porte notável:
o Boiadeiro de Flandres tem os requisitos
em ordem.
O se aspecto é semelhante ao do
Schnauzer gigante,
do qual talvez descenda.
Tem mais de 60 cm de altura,
um corpo musculoso e compacto,
é resistente ao cansaço e às intempéries,
é recoberto de pêlo emaranhado e duro
como fios de ferro.
Apesar de tudo isso, a sua aparência é a
de um cão ágil, aristocrático.
Como no caso de outros cães de rebanho
ou de gado, a inteligência do
Boiadeiro de Flandres foi também aproveitada
na Primeira Guerra pelos franceses e belgas.
A procura de feridos e o transporte de
mensagens foram suas tarefas mais habituais.
Flandres, a região que lhe dá o nome,
foi, por mais uma vez,
cenário de batalhas sangrentas e até o generoso
Boiadeiro encontrou um cruel destino:
ao fim da guerra foi dificílimo conseguir
bons cães para a reconstrução da raça.
O standard só ressurgiu,
verdadeiramente, em 1923.
O Boiadeiro de Flandres também é muito
utilizado como cão de guarda e de defesa.

**

Altura: 57-62 cm.
Peso: cerca de 30 quilos.
Cauda: amputada.
Orelhas: pequenas, triangulares.
Olhos: ovais e escuros.
Pelagem: pêlos duros como fios de ferro,
nas cores negro, ruivo, cinza, malhado.

Meditação

A vida me parece curta demais
para ser desperdiçada em animosidades
ou percebendo erros.
(Charlotte Bronte)
**
Quando iniciamos a busca de orientação espiritual,
um de nossos maiores desejos era
"conviver bem".
Já estávamos fartos de lutar contra tudo
e contra todos;
já tivéramos bastante desarmonia.
À medida que avançamos,
começamos a perceber que a verdadeira
harmonia nas relações não acontece apenas
porque trabalhamos para eliminar
a discórdia e o conflito.
Tampouco resulta apenas de "manter a paz",
deixando passivamente de lado
as diferenças.
Ao contrário, a harmonia pode ser
desenvolvida através de nossos esforços
individuais no sentido de levar compreensão,
aceitação e amar aos demais.
Segundo este ponto de vista,
a harmonia começa dentro de cada um de nós
é um trabalho interior.
Para alcançar relações harmoniosas,
dedicamo-nos a construir nossos próprios
recursos interiores,
em vez de esperar que as outras pessoas
tornem possível a harmonia através
de seus atos.
Para tal,
nossa maior força e alicerce subjacente de todo
o nosso progresso é nossa relação com Deus.
Buscando-o para obter orientação e sabedoria,
somos mais capazes de alcançar a harmonia
interior.
Só então podemos estabelecer relações amorosas
e harmoniosas com o próximo.
**
Pensamento Do Dia:
Para alcançar harmonia em nossas relações
com as pessoas,
devemos primeiro alcançar a harmonia
dentro de nós.